SETOR
CERÂMICA ESTRUTURAL

Inclui as empresas produtoras de telhas, tijolos, abobadilhas e outros produtos cerâmicos para a construção (CAE 23321, 23322, 23323 e 23324 - Rev.3).

Tendo como referência o ano de 2011, este subsector é composto por 107 empresas (20 produtoras de telha, 66 produtoras de tijolos, 9 produtoras de abobadilhas e 12 produtoras de outros produtos cerâmicos para a construção).

No entanto, se considerarmos somente as empresas que tinham trabalhadores ao seu serviço e realizaram vendas de produtos acabados, eram apenas 62 que se encontravam em actividade, das quais 14 produtoras de telha, 38 produtoras de tijolos, 4 produtoras de abobadilhas e 6 produtoras de outros produtos cerâmicos para a construção.

As empresas deste subsector empregam 2.003 trabalhadores (1.095 na produção de telha, 752 na produção de tijolos, 113 na produção de abobadilhas e 43 no fabrico de outros produtos para a construção).

O volume de negócios deste subsector ascende a 125,7 milhões de euros (82,4 milhões relativos à produção de telha, 34 milhões na produção de tijolos, 6,5 milhões na produção de abobadilhas e 2,8 milhões em outros produtos cerâmicos para a construção) e o valor acrescentado bruto gerado corresponde a 44,9 milhões de euros.

As vendas de tijolos e abobadilhas têm como destino predominante o mercado interno da construção residencial. As exportações representam apenas 2% do total das vendas.

Já no caso das telhas cerâmicas, as exportações em 2011 representaram 16,1 milhões de euros, ou seja, aproximadamente 19,5% do total das vendas, repartidas por 58 mercados internacionais.

 

 

No contexto da União Europeia, e de acordo com os dados do Eurostat, em 2011 Portugal foi o 7.º produtor de telhas cerâmicas, com 148,9 milhões de peças produzidas e uma quota de 4,4% da produção total obtida.

Em termos do comércio mundial, e tendo como referência o ano de 2011, as exportações portuguesas de telhas cerâmicas (NC 6905) representavam 2,8% do total das exportações mundiais, o que nos conferia o 11.º lugar no ranking mundial, liderado pela Alemanha.